Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CincoLusosOceanos



Quarta-feira, 12.06.13

Geostratégia Disse Ela!

Apercebi-me pela primeira vez da estratégia Alemã quando assisti a uma conferência na Feira das Industrias de Dusseldorf em 1979.

Um conferencista alemão altamente cotado na Industria de automatismos e robótica, falou do milagre alemão, e no final da conferencia fez a liderança de um painel com as perspectivas de desenvolvimento industrial para a Alemanha e para a CEE, a interessante exposição apontava já e às claras para algo grandioso, e foi onde pela primeira vez ouvi o termo Wirtshauftsraum, sendo referido então de passagem, que era pena a Alemanha não estar unificada, pois seria muito mais rápido, e também que era desde já necessário preparar a Alemanha para a possível unificação da Europa!

 Pelo empenho, e dinâmica do conferencista, via-se que era sério o propósito e pensado, e não uma mera fantasia futurista, ali dito às claras com a aquiescência do secretário para a indústria e comércio do chanceler Helmut Schmidt, que ia dizendo que sim com a cabeça.

A palavra Wirtschaftsraum, foi tantas vezes repetida no original, embora a conferencia fosse toda em inglês, que intrigado procurei-me esclarecer, mas a explicação durante anos não me pareceu coerente e era vaga, com a evolução do desenvolvimento industrial alemão e mais umas tantas feiras, estava claro o conceito de Wirtschauftsraum, mais ainda, as muitas referencias na Feira Internacional de Hannover, em 1983, à necessidade do rápido renascer do Camarelismo eram fortíssimas, e mais uma vez às claras!

Ficou para mim claro: A Alemanha preparava, estava a preparar há muito o seu renascimento, e preparava-se para ganhar por meios comerciais e industriais o que tinha perdido na guerra, só faltava a reunificação!

Para eles a Wirtschauftsraum era uma forma suave e delicada de implementar a velha Lebensraum.

Finalmente em 1990 cosegue a tão desejada reunificação!  Por cá também ouve muita gente que viu, e até avisou publicamente em vários artigos da imprensa, mas o labéu era sempre o mesmo: Que exagerados! Não importa se eram cientistas reputados ou académicos, ou diplomatas, que exagerados!

E iam-se entretendo com as guerrinhas de alecrim e manjerona do costume, e olhando cuidadosamente para o seu umbigo!

Era o tempo do prato de lentilhas dos subsídios estruturais, para o CCB e o betão!

Por cá estava tudo avisado, e nem se podem esconder atrás do Relatório Porter!

Depois foi o que se viu e vê, e o que sabemos, sabemos não, que alguns preferem ainda ignorar, preferem fazer acreditar na má sorte ou… nas bruxas! Jens Widmann do Bundesbank fez já este ano uma campanha sub-reptícia para trazer de volta o Marco, se o euro tiver os dias contados. Mais uma vez Alemanha cuida do seu futuro!

Geopolitica faz ela!

JB 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por cincolusosoceanos às 17:34


2 comentários

De cincolusosoceanos a 24.09.2013 às 21:21

Obrigado pela chamada de atenção para a gralha, já foi corrigida!

Quanto ao tema, de facto a Alemanha fez o que devia, do ponto de vista interno, os outros é que não fizeram nada do que devi ser feito, como se pode ver nos outos post's sobre o mesmo tema!
Abraço
JB

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2013

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30