Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CincoLusosOceanos



Terça-feira, 23.04.13

•MERKEL: PAÍSES DO EURO DEVEM ESTAR PREPARADOS PARA CEDER SOBERANIA

 «Temos de estar preparados para aceitar que a Europa tem a palavra final ...em certas áreas. Caso contrário, não seremos capazes de continuar a construir a Europa» - acrescentou

       http://www.tvi24.iol.pt/503/economia---troika/merkel-paises-do-euro-soberania/1442237-6375.html

Apercebi-me pela primeira vez da estratégia Alemã quando assisti a uma conferência na Feira das Industrias de Dusseldorf em 1979.

 

Um conferencista alemão altamente cotado na Industria de automatismos e robótica, falou do milagre alemão, e no final da conferencia fez a liderança de um painel com as perspectivas de desenvolvimento industrial para a Alemanha e para a CEE, a interessante exposição apontava já e às claras para algo grandioso, e foi onde pela primeira vez ouvi o termo Wirtshauftsraum, sendo referido então de passagem, que era pena a Alemanha não estar unificada, pois seria muito mais rápido, e também que era desde já necessário preparar a Alemanha para a possível unificação da Europa!

 Pelo empenho, e dinâmica do conferencista, via-se que era sério o propósito e pensado, e não uma mera fantasia futurista, ali dito às claras com a aquiescência do secretário para a indústria e comércio do chanceler Helmut Schmidt, que ia dizendo que sim com a cabeça.

A palavra Wirtshauftsraum, foi tantas vezes repetida no original, embora a conferencia fosse toda em inglês, que intrigado procurei-me esclarecer, mas a explicação durante anos não me pareceu coerente e era vaga, com a evolução do desenvolvimento industrial alemão e mais umas tantas feiras, estava claro o conceito de Wirtshauftsraum, mais ainda, as muitas referencias na Feira Internacional de Hannover, em 1983, à necessidade do rápido renascer do Camarelismo eram fortíssimas, e mais uma vez às claras!

 

Ficou para mim claro: A Alemanha preparava estava a preparar há muito o seu renascimento, e preparava-se para ganhar por meios comerciais e industriais o que tinha perdido na guerra, só faltava a unificação!

Para eles a Wirtshauftsraum era uma forma delicada de implementar a velha Lebensraum.

 

Por cá também ouve muita gente que viu, e até avisou publicamente em vários artigos da imprensa, mas o labéu era sempre o mesmo: Que exagerados! Não importa se eram cientistas reputados ou académicos, ou diplomatas, que exagerados!

E iam-se entretendo com as guerrinhas de alecrim e manjerona do costume, e olhando cuidadosamente para o seu umbigo!

Era o tempo do prato de lentilhas dos subsídios estruturais, para o CCB e o betão!

Por cá estava tudo avisado, e nem se podem esconder atrás do Relatório Porter!

 

Depois foi o que se viu e vê, e o que sabemos, sabemos não, que alguns preferem ainda ignorar, e outros escondem, não vá os cidadãos acordarem e se levantarem de vez, e não os deixarem ir acabando com o resto.

Então preferem fazer acreditar na má sorte, no Excel ou… nas bruxas!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por cincolusosoceanos às 08:36


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2013

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930